Newsletter

subscrever

Cozinha - espaço saudável

Conheça as portas de entrada de contaminações e defenda-se com medidas simples.

Frigorífico e congelador

O ideal lavar o interior com água e detergente, antes de guardar as compras semanais. A cada 3 meses, faa uma limpeza mais profunda. Para desinfectar, use vinagre ou lixívia.

Distribua os alimentos pelas zonas de frio mais adequadas.

Envolva os alimentos ou guarde-os em recipientes fechados. Identifique a  comida congelada por etiquetas com data e prazo.

A temperatura interior deve rondar o 3ºC – nunca negativa nem acima dos 5ºC. A do congelador deve estar abaixo dos -18ºC. Evite a acumulação de gelo que prejudica o funcionamento.

Despensa

Afaste os alimentos da luz, fontes de calor e contacto com o chão.

Coloque os produtos com validade curta mais acessíveis.

Máquina de lavar loua

Limpe com frequência e não acumule sujidade no filtro. Não deixe loua por lavar no interior durante muito tempo.

Placa

Mantenha-a limpa. Utilize os produtos indicados para o tipo de placa. Cozinhe a temperaturas elevadas. A maioria das bactrias não sobrevive entre 65ºC e 70ºC.

Os microorganismos mais resistentes desaparecem a mais de 100ºC. Se adicionar ingredientes no final, como especiarias, deixe ferver.

Forno e microondas

Mantenha-os limpos. Depois de limpar, ventile por algumas horas para eliminar odores e restos de detergente. Reduza os salpicos no microondas com uma tampa.

Exaustor

Propício   acumulação de gorduras na origem de incêndios.

Limpe-o uma vez por mês, pelo menos, com água morna e detergente e enxagúe com água quente.

Bancada

Mantenha-a limpa com detergente. Aplique lixívia para limpezas mais profundas.

Lava louça

Lave as mãos com água e detergente antes de cozinhar, depois de ir   casa de banho e de manipular alimentos, sobretudo crus.

Se lava a louça á  mão, preferível secá-la ao ar do que com um pano menos limpo.

Tábuas

Após usar, lave-as com água muito quente ou coloque-as na máquina de lavar loua.

Panos e esponjas

Para evita contaminações, reserve um por utilizaão. Lave-os e escorra-os bem depois de usar.

As esponjas podem ser lavadas com a loua na máquina.

Lave bem os panos de algodão, por vezes com lixívia. Troque os panos e esponjas com frequência – não espere por sujidade ou degradação evidentes.

Produtos de limpeza

Separe-os bem dos alimentos. Prefira produtos com tampas de segurana. Respeite as instruões e não retire o produto da embalagem original para evitar trocas e acidentes.

Caixote do lixo

Tape e forre com um saco. Prefira um com pedal. Lave com água e detergente.

Animais

Proibidos na cozinha. Se têm de comer nesta divisão, coloque a ração num comedouro. Lave-o após cada refeição aparte da sua loua.

Plantas

Evite-as na cozinha. Se as tiver, coloque-as fora da zona de preparaão dos alimentos para impedir que a terra caia nessa superfície e sobre ao alimentos.

Abaixo de alergias

Para se obter um melhor e mais saudável ambiente interior  nas cozinhas, devem considerar-se vários factores.

Alcatifas, tapetes e móveis são habituais hospedeiros de parasitas e pó. Mas as reacões alrgicas poderão ainda ser provocadas pelo fungo do mofo (encontra-se com facilidade em fendas num pavimento de madeira, peitoris de janelas, vasos de plantas).

Uma boa limpeza dos espaos essencial para prevenir as alergias.

Procure arejar as salas e aspirar tapetes, alcatifas e cortinados. O mercado disponibiliza, actualmente, uma ampla gama de modelos de aspiradores com sistema de filtragem que garantem um nível de retenão de pó muito elevado. Os aparelhos de limpeza que utilizam água possibilitam uma maior  retenão de poeiras e outras partículas. Existem, ainda, tintas específicas anti-ácaros, anti-insectos e anti-fungos para interiores.

Se algum na sua casa sobre de problemas do foro alrgico, evite mobiliário e adereos de difícil limpeza (vergas e madeiras muito trabalhadas e tecidos texturados ou aveludados) e proceda a limpeza e arejamento regulares dos espaos.
Como evitar as infecões tóxico-alimentares?

Escolha alimentos frescos e cuja origem lhe inspire confiana.

Não consuma ovos e carne de frango (ou outras aves) que não estejam completamente cozinhados.

Lave frequentemente as mãos – sobretudo depois de ir   casa de banho.

Evite espirrar ou tossir para cima dos alimentos.

Não coma ou fume enquanto manipula os alimentos.

Lave cuidadosamente os alimentos que vão ser consumidos crus (caso das alfaces ou da fruta), bem como os utensílios de cozinha e superfícies que contactam com os alimentos (ex.: bancas de cozinha).

Não utilize os mesmos utensílios para alimentos crus e cozinhados.

Depois de confeccionados, os alimentos devem ser consumidos num curto espao de tempo. As sobras devem ser conservadas no frigorífico, pois só assim se pode evitar a multiplicaão de micróbios presentes nos alimentos.

Conselhos para uma dieta equilibrada;

Na sua dieta diária não esquea o pequeno-almoço.

Á noite, opte por uma alimentaão mais ligeira, para não perturbar o sono.

A fruta deve estar sempre presente na sua dieta. Recomenda-se 3 a 5 porões por dia. Tambm as hortaliças e os legumes devem fazer parte da sua alimentação (3 a 5 porões por dia).

Inclua na sua dieta produtos lácteos meio gordos ou magros, já que a menor gordura não afecta os valores de cálcio.

Prefira a água (1,5 litros por dia, no mínimo) aos refrigerantes e bebidas alcoólicas.

Opte por grelhados e cozidos. Evite os produtos pré-preparados e processados. O consumo excessivo destes alimentos na sua dieta pode contribuir para o aumento de peso.

Exclua da sua dieta os doces e salgados, guarde-os para ocasiões especiais. A Organizaão Mundial de Saúde (OMS) recomenda 5 gramas de sal por dia.

Em casa, no ginásio ou ar livre, pratique exercício físico. Pelo menos, 30 minutos por dia. É o ideal para controlar o peso.

Alimentação: o que devemos evitar

Evite consumir alimentos que contenham aditivos, corantes e conservantes desnecessários

Compre fruta e vegetais biológicos, dado que estes não contêm produtos químicos

Evite ir a estabelecimentos de "fast food". Alm de não constituírem uma alimentaão saudável, estes produzem grandes desperdícios: guardanapos de papel, copos e palhinhas de plástico, pacotes de ketchup e maionese, caixas de cartão, etc.

Evite comprar peixes com tamanhos abaixo dos estipulados por lei. Pode consultar no site da Inspecão Geral de Pescas sobre as espcies sujeitas a tamanho ou peso mínimo de captura em águas oceânicas: http://www.igp.pt/tam_min.html.

Troque as bolachas, chocolates, pastilhas, bolos ou refrigerantes por algo mais nutritivo como frutas secas, iogurtes, barras de cereais, fruta, água ou chá.