Newsletter

subscrever

Planeamento de uma cozinha

Se planeia uma cozinha e não se sabe exactamente qual o equipamento de que vai necessitar ou do estilo de cozinha que prefere, procure responder às seguintes questões:

quais as refeições que ali vão ser cozinhadas?

para quantas pessoas?

com que frequência?

o agregado familiar poderá vir a aumentar?

a cozinha destina-se exclusivamente à preparação de refeições e à lavagem da loiça ou prefere utilizá-la sempre, ou quase sempre, como sala de refeições?

trabalha fora o dia inteiro ou vive longe dos locais de abastecimento de modo a precisar de um espaço grande para armazenamento de géneros?

gosta mais do ambiente quente proporcionado pelas texturas naturais, de ter à vista os objectos de uso diário ou prefere superfícies desobstruídas e fáceis de limpar e ter os utensílios guardados? Ou ainda um compromisso entre estas duas situações?

 

A cozinha deve ser planeada em função da sequência lógica das diferentes tarefas que nela se realizam. Confeccionar uma refeição segue uma lógica previsível: arrumar – preparar – confeccionar – lavar. Reserve uma área para cada tarefa. Cozinhar implica, em geral, uma série de idas e vindas ao frigorífico, lava-louça, fogão e outras áreas de preparação.

Os equipamento e géneros necessários devem estar à mão. Cada peça do equipamento deve ter uma superfície de trabalho para poder seguir uma caminho lógico: superfície de trabalho, lava-louça, superfície de trabalho, fogão, superfície de trabalho, etc. As paredes da cozinha estão sujeitos a fumos gordurosos, salpicos e vapor de água.

Ter os utensílios de cozinha em armários fechados ou tê-los à vista é uma questão de gosto: algumas pessoas preferem ver as panelas e a frigideiras penduradas em varões ou ganchos, utensílios ou ingredientes em placas perfuradas ou grades metálicas, pratos, chávenas e pires em prateleiras abertas; outras preferem manter as superfícies livres de quaisquer objectos. Mais do que a área, é fundamental ter em conta a dimensão do agregado familiar e o número de refeições diárias que se pretendem fazer nesse espaço.

Pretende apenas uma bancada para o pequeno almoço ou, pelo contrário, gosta de juntar amigos à volta da mesa da cozinha. Da conjugação da área disponível e dos hábitos e necessidades dos utentes sairá a solução adequada para cada espaço. Cozinhas usadas frequentemente devem usar pavimentos e revestimentos práticos e duráveis.

Os materiais modernos permitem que as cozinhas se limpem rapidamente As paredes e o chão, muitas das vezes em azulejo ou outro revestimento cerâmico resistente são de fácil limpeza e manutenção. Uma ventilação eficiente evita vapores, condensação, ferrugem e fumos.